Histórico Mês: abril 2015

Hora de negociar!

FacebookTwitterGoogle+Email

negociar
Os especialistas do mercado indicam que agora é um bom momento para negociar a compra de um imóvel, principalmente para aqueles que podem pagar a vista, ou aqueles que estão trocando de imóvel e já conseguiram vender o seu. Isso pode não se aplicar a todas as regiões do país, mas a maioria delas sim.

As quedas nas vendas em 2014, o grande número imóveis encalhados, a desaceleração econômica, a crise nacional e a perspectiva do mercado em que a queda nas vendas continue em 2015 são as armas que o comprador tem para negociar um melhor preço na hora comprar o tão desejado imóvel.

Em várias regiões do país vem sendo registrado quedas no preço real dos imóveis, assim como tem sido promovido saldões pelas construtoras. Então mesmo para aqueles que não tenham dinheiro suficiente para comprar a vista, pode ser negociado um valor mais em conta, mesmo que não chegue no mesmo desconto que conseguiria a vista. Os aumentos das taxas pelo governo deve ser analisado nesse caso, mas também é mais um fator para que as construtoras cedam o desconto com o objetivo de concluir a venda.

O aluguel também pode ser negociado, pois mesmo que demore mais para que o impacto da crise econômica chegue a esse modelo de negócios, ninguém gosta de ficar com o bem parado e deixar de ganhar dinheiro e ter renda extra. Então procure sempre negociar, 10%, ou até mesmo uns 20% de desconto pode ser alcançado nesses momentos de crise.

Veja mais detalhes em algumas matérias que separamos:
Preço dos imóveis tem queda real pelo quinto mês seguido
Mercado imobiliário vive seu ajuste e abre espaço para barganha agressiva

FacebookTwitterGoogle+Email

Dicas para hora da mudança

FacebookTwitterGoogle+Email

Mudança organizada: Self Storage é opção para não perder pertences

Segue uma matéria para aqueles que já fecharam um negócio, seja uma compra ou morar de aluguel.  Muitas vezes gera muita dor de cabeça a mudança,  leia algumas dicas da matéria na integra de Fernanda Cabrera, do Blog Lopes:

 

Então o grande sonho se torna realidade: obter a casa própria. Entretanto, com essa realização, vêm também os transtornos que as reformas e a mudança oferecem. Essas tarefas cansativas exigem muita organização e paciência.
Mudar-se para um novo lar, requer muitos cuidados e planejamento para que tudo saía da maneira desejada. Algumas dicas podem ajudar para que essa missão termine menos estressante:

  • Acorde mais cedo nesse dia e tenha em mente tudo que planejou. Uma alternativa nesse caso são anotar as principais coisas a seguir, sem que nada saia fora do esperado;
  • Contrate uma transportadora com um mês de antecedência, por exemplo. E um dia antes da mudança, entre em contato com o responsável e certifique-se que está tudo acertado quanto ao horário e as demais informações;
  • Se tiver móveis que não queira mais, e, caso não conheça uma alternativa para deixá-los temporariamente, alugue um serviço de self storage e os deixe o tempo que desejar, garantindo assim a segurança e preservação de seus pertences;
  • Coloque os objetos em caixas e escreva nelas sobre o que se trata, dando mais facilidade na hora de colocar cada coisa no lugar;
  • Caso não possa estar presente na mudança, indique uma pessoa de confiança para acompanhar o movimento dos seus objetos e bens.

Guardar tudo na hora da reforma

Após toda a migração dos objetos, é hora de colocar cada móvel em seu devido lugar. No entanto, é nesse momento que surgem as pequenas reformas e reparos. É importante manter a conservação dos pertences em meio a tantos materiais de construção. Embora tenhamos o auxílio dos profissionais de construção, com as inserções de jornais e plásticos por cima dos locais, algumas coisas sempre ficam danificadas, sem contar o tempo e dinheiro perdido com esses pequenos detalhes. Manter o espaço livre para trabalho é a melhor opção, portanto, guardar os móveis em um depósito temporário, pode ser uma saída para que seus móveis mantenham-se intactos.

Veja algumas dicas para seguir uma boa reforma:

  • Converse com as pessoas que já fizeram reformas e peça indicações. Achar profissionais e empresas para esses trabalhos requerem total confiança;
  • Reforme um ambiente de cada vez. Se um já dá trabalho, dois ao mesmo tempo você pode não dar conta;
  • Se for usada tinta no local, deixe-o arejado o máximo que puder, pois o cheiro muito forte pode trazer problemas respiratórios.

O prazer de ter o sonho realizado da nova casa não precisa ser trocado pelo desprazer em consequências das transformações. Organize seus dias e tenha seu imóvel do jeito que sempre desejou.

Por Fernanda Cabrera
Fonte: Blog Lopes.

FacebookTwitterGoogle+Email